Programa Observador Social Mirim é classificado para receber Selo Pró-Íntegro 2018
30/11/2017

No mês de outubro, o Observatório Social de Brusque participou de um Chamamento Público nacional para seleção e certificação de propostas de prevenção primária à corrupção, de iniciativa do Movimento Todos Juntos Contra Corrupção.


Entre projetos enviados por outras entidades, empresas e universidades, o OSBr inscreveu o programa Observador Social Mirim, que vem sendo aplicado com as turmas de 4º ano do ensino fundamental das escolas públicas e privadas de Brusque e Guabiruba, para integrar um Banco de Propostas.
O objetivo é reunir e reconhecer ações voltadas para crianças, adolescentes e adultos, no ambiente escolar, acadêmico ou organizacional, que vise por meio de experiências de sedimentação de valores, a formação de cidadãos resistentes a prática de transações corruptas, interessados e capacitados para o controle social da administração pública e políticas públicas. 


Os projetos melhor avaliados por uma comissão julgadora, foram classificados para receber o Selo Pró-Íntegro 2018 e o Observatório Social de Brusque, está entre os escolhidos. "Foi com grande alegria que recebemos a notícia de que o programa Observador Social Mirim está entre as práticas selecionadas para fazer parte da Rede Colaborativa do Programa Nacional de Prevenção Primária à Corrupção. A ideia do movimento é potencializar as ações apresentadas para que cheguem a mais pessoas, fomentando assim, uma mudança significativa na sociedade e maior conscientização quanto ao combate à corrupção", descreve a coordenadora pedagógica do OSBr, Priscila dos Santos Petermann.


A certificação será entregue na segunda-feira, 4 de dezembro, em Brasília, durante evento promovido pelo Conselho Nacional do Ministério Público, para marcar o Dia Internacional Contra a Corrupção.

 

 

 

 
Fique por dentro do Observatório Social de Brusque e acompanhe as novidades.
Telefone: (47) 3355-5221
Rua Rodrigues Alvez 165
Edifício Quartzo Sala 203
CEP: 88350-160
Brusque - SC
© 2012-2017 OBSERVATÓRIO SOCIAL DE BRUSQUE